Conecte-se!
Facebook Feed MSN Group Twitter
Últimos assuntos
» Desistiram?
Sab Out 06, 2012 7:01 am por Convidado

» Capítulo 67 e Todos outros
Seg Jun 18, 2012 10:22 am por Tatsuya

» Capítulo 66 [+18]
Qui Jun 14, 2012 9:25 am por Tatsuya

» Capítulo 65 [+18]
Ter Jun 12, 2012 7:01 pm por Day-chan

» Capítulo 64 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:37 pm por Day-chan

» Capítulo 61 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:27 pm por Day-chan

» Capítulo 63 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:27 pm por Day-chan

» Capítulo 62 [+18]
Seg Jun 04, 2012 7:08 am por Tatsuya

» Capítulo 59 [+18]
Sab Jun 02, 2012 8:23 pm por Day-chan

» o Button do Fórum
Qui Maio 31, 2012 7:06 am por Tatsuya

Votação

Capítulo 13 [+18]

Ir em baixo

Capítulo 13 [+18]

Mensagem por Tatsuya em Qua Fev 01, 2012 5:03 am

Sem pressa, sem objetivos escusos, sem jogos, um beijo puro, por ele mesmo. Esther correspondeu com a mesma intensidade, e a paixão trocada naquele ósculo foi se tornando faminto. Só os lábios e línguas não eram suficientes para concretizar tal fervor, as mãos, braços se apertavam pelos corpos como se buscassem se fundir.

Entre abraços e outros beijos, Amy e Esther caíram unidas na areia. Trocaram carinhos e sorrisos como duas crianças brincando na praia, até seus olhos se encontrarem e denunciarem seu desejo, provocando a troca de outro beijo, dessa vez, cheio de excitação, com o corpo de Esther por cima do corpo de Amy, roçando mutuamente.

Sem nada mais dizer, Esther levantou-se rapidamente, estendendo a mão para Amy, que estranhou e se decepcionou com a súbita parada nos carinhos calientes que estavam trocando, mas a seguiu. A morena subiu na moto, dando a mão para que Amy fizesse o mesmo, e disse, num tom carinhoso:

-- Acho que precisamos de um mínimo de privacidade e conforto, né?

Amy sorriu como se concordasse com a observação de Esther, e envolveu seus braços na cintura da morena, dessa vez, de uma maneira carinhosa e sensual, beijando o pescoço da veterana que se derretia em sorrisos com o gesto da novata.

Esther pilotava devagar, dessa vez sem capacete, sentindo o carinho de Amy lhe envolver. Esta por sua vez, parecia embriagada com o cheiro que o vento trazia dos cabelos da morena.

Esther parou próximo ao cais, onde alguns barcos e iates estavam atracados. Amy estranhou e não conteve a curiosidade:

-- Não vai me dizer que você tem um barco...

-- Acha que não posso ter?

-- Não é isso... É que, você não parece ser tipo que curte essas ostentações...

-- Não é ostentação, o barco que você vai conhecer era do meu pai, era a paixão dele depois do surf... E foi a única herança que ele me deixou, meu avô tentou me convencer a vender, mas não consegui.

-- Então você o usa pra trazer menininhas aqui?

Esther ficou séria de repente, parou diante do barco, e falou em tom magoado:

-- Vamos embora, você não merece conhecer esse lugar se pensa isso de mim.

Amy arregalou os olhos já provando o imenso arrependimento de ter proferido o comentário descabido, apertou a mão de Esther e disse-lhe com o olhar cheio de sinceridade:

-- Desculpe-me, Esther, foi sem propósito e injusta a pergunta, eu quero conhecer o barco de seu pai, vamos?

A morena rendeu-se ao olhar carinhosamente arrependido da novata, respirou fundo, ajeitou os cabelos assanhados pelo vento e seguiu em direção ao barco Nina. Uma embarcação de médio porte, mas sofisticada, sem exageros.

Esther ajudou Amy a subir, a loirinha ficou encantada com a vista, mais bonita pela presença da morena à sua frente.

Amy colou seu corpo ao de Esther a tomando em um beijo longo e faminto. O beijo logo evoluiu entre carícias insinuantes para o primeiro passo de uma noite de amor, quando Esther a puxou pela mão até as escadas próximas a cabine, desceu rapidamente. Lá em baixo, encontrou uma pequena sala com sofá, um bar, uma pequena cozinha, e uma porta, a qual Esther abriu com pressa, apresentando o quarto bem montado com cama de casal, com uma entrada para um banheiro.

Em poucos minutos as poucas peças de roupas que ambas vestiam se perderam na pressa das mãos de se possuírem. Caíram naquela cama de maneira urgente, como se precisassem atender uma necessidade absolutamente vital. Os corpos se buscavam de uma forma ardente, mas ao mesmo tempo delicada. Voltados e entregues à exploração da língua na pele, das mãos pela extensão do sexo de ambas, carícias exigentes até atingirem o ápice. Uma explosão de gozo entre as pernas e vozes se deu naquela noite.

Amy e Esther abraçaram-se sentindo seus corpos vibrarem por tal expressão, sorriram, e repousaram, encostando suas testas, cada uma ouvindo a respiração da outra voltando ao normal aos poucos.

Não sentiram o cansaço chegar, adormeceram ali coladas, nem tampouco viram o sol aparecer pelas escotilhas. Acordaram com o celular de Esther tocando alto, era Rachel.

-- Onde você está, sua louca?

-- Ai, Rachel, fala baixo...

-- Você sabe que horas são? A Amy está com você?

-- Amy? Deixa eu ver se é ela que tá aqui... -- Esther brincou olhando debaixo do lençol, onde Amy se espreguiçava.

-- Esther!

-- Acalma, menina, ela está aqui, estamos bem, logo chegamos...

Esther dessa vez não fugiu de Amy, seria impossível, a loirinha estava em cima dela, beijando seu pescoço, seu queixo. Simplesmente se rendeu ao carinho de Amy, e se amaram mais uma vez.

Enquanto Amy se levantou, Esther foi tomada por um sentimento de culpa indescritível, sentiu desejo de se punir por estar tão envolvida por Amy e pior, gostava disso. Rapidamente se levantou, vestiu-se de qualquer jeito e quando se preparava para deixar o barco, foi surpreendida com o grito de Amy na porta da cabine:

-- Esther, aonde você vai?

-- Desculpa, tenho que ir.

-- Por favor, não me diz que você vai me dispensar de novo, Esther... Me diz que você está indo só comprar nosso café-da-manhã...

-- Você é muito romântica, loirinha... Te ofereceria uma carona pra casa, mas estou com pressa.

-- Esther, não me deixa aqui... Não faça isso de novo!

A veterana não olhou para trás, evitando assim que Amy visse suas lágrimas caindo pelo rosto. A novata por sua vez não evitou que sua face fosse banhada com o sal de seu pranto. Sentiu-se de novo humilhada, e dessa vez conseguia ser mais doloroso, uma vez que a noite com Esther tinha sido ainda mais perfeita, viu-se apaixonada e magoada, em seguida.

Recolheu suas roupas espalhadas e caminhou amargando sua mágoa até um posto de táxi perto do cais, prometendo a si mesma não permitir que Esther lhe tocasse nunca mais. Chegando emcasa, ignorou as demais irmãs reunidas na sala, subiu para o primeiro andar sem sequer cumprimentar ninguém. Trancou-se no quarto desejando deixar aquela fraternidade, para que nunca mais fosse obrigada a cruzar com Esther. Laurel até tentou falar com Amy, mas foi inútil, ela sequer respondeu a amiga, não chorava mais, ficou ali deitada na cama olhando pro nada sentindo o abalo como nunca experimentara na vida.


Melissa Monteiro
avatar
Tatsuya
Admin
Admin

Mensagens : 888
Data de inscrição : 29/06/2011
Idade : 30
Localização : Curitiba-PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 13 [+18]

Mensagem por Day-chan em Qua Fev 01, 2012 8:16 am

Nada pior que um momento de amor sucedido por uma manhã de frieza e descaso ao compartilhado anteriormente. É como se a noite fosse marcado por um sonho que a manhã fez questão de apagar. Pobre Loirinha... Tsk.
avatar
Day-chan
Staff Kouhai
Staff Kouhai

Mensagens : 184
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 30
Localização : Sonhando com chocolates

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 13 [+18]

Mensagem por EdRuah em Qua Fev 01, 2012 2:50 pm

me leva p teu barco tb!!!!!!!!!!!!!!!!!!! aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

toh com pena da amy....... eu axo q a esther tah c algum rolo.....

____________________________
Spoiler:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


"Zettai Unmei Mokushiroku"
avatar
EdRuah
Moderador
Moderador

Mensagens : 662
Data de inscrição : 16/08/2011
Idade : 26
Localização : Jardim do Éden Brasileiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 13 [+18]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum