Conecte-se!
Facebook Feed MSN Group Twitter
Últimos assuntos
» Desistiram?
Sab Out 06, 2012 7:01 am por Convidado

» Capítulo 67 e Todos outros
Seg Jun 18, 2012 10:22 am por Tatsuya

» Capítulo 66 [+18]
Qui Jun 14, 2012 9:25 am por Tatsuya

» Capítulo 65 [+18]
Ter Jun 12, 2012 7:01 pm por Day-chan

» Capítulo 64 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:37 pm por Day-chan

» Capítulo 61 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:27 pm por Day-chan

» Capítulo 63 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:27 pm por Day-chan

» Capítulo 62 [+18]
Seg Jun 04, 2012 7:08 am por Tatsuya

» Capítulo 59 [+18]
Sab Jun 02, 2012 8:23 pm por Day-chan

» o Button do Fórum
Qui Maio 31, 2012 7:06 am por Tatsuya

Votação

Capítulo 21 [+18]

Ir em baixo

Capítulo 21 [+18]

Mensagem por Tatsuya em Qui Fev 23, 2012 4:30 am

Não viram o dia amanhecer naquele subterrâneo quase sem luz, exceto pela fresta de sol adentrando pela janela na lateral do depósito, encoberta por algumas pilhas de caixas. O ruído de vozes se aproximando pelos corredores despertou Amy, que mal podia acreditar na visão que tinha sob si: o corpo moreno impecável de Esther.

Aquela aparência tranquila de seu sono nem de longe lembrava a misteriosa e poderosa presidente da Gama-Tau. Beijou aquela face serena, inspirando o perfume cítrico suave que exalava, sussurrando perto de seu ouvido:

-- Esther? Acorde... Esther?

Ao ver o rosto de Amy ali tão próximo do seu, sorriu, e beijou seus lábios com doçura:

-- Bom dia, loirinha...

-- Loirinha? -- Amy fez cara emburrada, quase que decepcionada.

-- Oh! Me desculpe... Bom dia, AMY!

Amy sorriu satisfeita, e roubou um beijo dos lábios carnudos de Esther, que correspondeu sem reservas.

-- Precisamos arrumar um jeito de sair daqui, Esther... Ouvi vozes, certamente alguém virá aqui...

-- Isso é fácil, minha querida... Basta eu ligar para Rachel e...

-- Ligar para Rachel? De onde?

-- Ops...

Esther sorriu escondendo o rosto no pescoço de Amy e respondeu quase cochichando, qual criança que entrega uma travessura:

-- Do meu celular que está ali em baixo da poltrona... Desliguei ontem...

-- Não acredito! Esther!

-- Ah, Amy, não podia perder a oportunidade de ficar a sós com você... Assim...

-- Mas tinha que ser assim?

-- Ah... Não vai brigar comigo, por favor! O importante é que nos entendemos, não é?

Amy sorriu em sinal de concordância, mas seguiu apressando-se para sair dali, a contragosto de Esther, que parecia não querer que aquele momento acabasse tão cedo.

Depois de devidamente vestidas, Esther ligou para Rachel, que nem parecia se surpreender com o sumiço da amiga. Em pouco tempo, apareceu no depósito do Windson acompanhada de um funcionário.

Rachel não disfarçava a aprovação ao ver as duas juntas, visivelmente felizes, mas compartilhava com Esther uma preocupação. Ainda temia o plano de vingança da amiga, tinha dúvidas a cerca da real intenção de Esther em se aproximar novamente de Amy naquela circunstância.

Saíram juntas em direção a casa da fraternidade, sem dizerem uma palavra, mas a troca de olhares entre Amy e Esther era carregada de encantamento, isso despertava sorrisos silenciosos em Rachel, apesar de toda apreensão.

De volta à fraternidade, Rachel falou à amiga, num tom preocupado:

-- Detesto ser estraga prazer, mas preciso conversar com você, e é urgente.

Esther reconhecia perfeitamente o tom apreensivo da amiga e dos seus motivos para isso. Apenas balançou a cabeça positivamente, e comunicou a Amy:

-- Preciso conversar algumas coisas com Rachel, vá se trocar. Depois vou ao seu quarto. Almoça comigo?

-- Tudo bem, te espero. Almoço sim.

Trocaram um selinho carinhoso e um afago delicado no rosto. Amy seguiu para seu quarto, enquanto Rachel e Esther foram à biblioteca, trancaram a porta. Sem muito rodeio, Rachel indagou:

-- O que está acontecendo de verdade, Esther?

-- Não sei, Rachel...

-- Não sabe? É bom que você saiba, porque ontem Amy estava com um namorado no baile, sumiu e aparece hoje de manhã com você, e ambas com esse olhar apaixonado... Não preciso te dizer que Michelle procurou você a noite toda, não é?

-- Imagino...

-- O que você está fazendo com ela? Ainda com seu plano de vingança?

-- Não sei, Rachel... Já disse que não sei! Estou confusa!

-- Esther, você sabe que está apaixonada pela Amy! Esqueça essa vingança, amiga...

-- Não posso, Rachel... Não posso! Minha vida toda esperei por esse momento de vingar o que Sandra Anderson fez à minha mãe, e não posso desistir! Qualquer sentimento que eu tenha por Amy, terei que esquecer...

-- Não é possível que você seja tão cabeça dura assim, Esther! Você vai magoar de uma maneira definitiva a primeira pessoa que você gosta de verdade, por causa de um sentimento mesquinho, um objetivo de vida sem sentido!

-- Rachel, você nunca vai entender... Todas as dificuldades que minha mãe passou, e eu, consequentemente. Todo sofrimento dela, foi culpa da mãe de Amy! Não posso esquecer isso assim!

-- Pode! Pode, porque o amor vence qualquer outro tipo de sentimento...

-- Que exagero... Amor? Só o que tenho por essa novata é uma atração forte...

-- Atração? Ora, não me vem com essa, Esther! Conheço você muito bem...

-- Ah, Rachel! Além de tudo, você sabe que Michelle tem poder sobre mim...

-- Pois é... Ainda tem essa mulher na sua vida, com essa relação doente... Esther, nunca vi nos seus olhos um brilho como esse que vi hoje de manhã... Você chega dos encontros com Michelle sem energia, sem vida... Ela te suga o que você tem de bom, amiga... Não sei que tipo de relacionamento vocês tem, mas não pode ser normal. Será que você não vê que isso te faz mal?

-- Tenho uma dívida com Michelle. É mais um fardo consequente do que Sandra Anderson fez a minha mãe e a mim...

-- Ai, amiga... Você está centralizando sua vida em um sentimento tão cruel, amargo... Esther, desiste disso... Se livre dessa mulher, viva esse amor com a Amy...

-- Rachel, por favor...

Esther não tinha mais o que argumentar. A conversa com a amiga parecia tê-la retirado bruscamente de um êxtase de bem-estar que desfrutava depois de se entregar à Amy. No fundo sentia um grande desejo de seguir o conselho de Rachel, mas algo maior a prendia soava como um carma a ser pago. Mas naquele momento desejou fugir disso, lembrando do olhar de Amy para ela no seu despertar.

Amy ,ao contrário de Esther, estava leve, sentia dentro de si uma felicidade inédita. Acordou ao lado da mesma Esther que lhe pedira para ser só dela. Não viu aqueles olhos castanhos nublarem ao amanhecer, em vez disso, viu doçura, encantamento.

Tomou banho ainda se deliciando do restinho do perfume de Esther no seu corpo, lembrando de cada momento com a morena, o sorriso vinha fácil. Logo ao sair do banheiro, recebeu um telefonema de Philip. Havia se esquecido completamente do amigo, ao se dar conta, já atendeu ao celular com um pedido sincero de desculpas:

-- Perdão, amigo! Sei que mereço todo seu xingamento, pode descarregar!

-- Amy? Está louca, menina? Eu é que te devo desculpas... Tranquei vocês no porão e me esqueci do tempo na companhia de John. Só hoje pela manhã me lembrei de destrancar vocês... Mas quando fui lá, vi uma cena muito bonitinha... Vocês duas dormindo abraçadas... Achei melhor não me interromper...

-- Ai, Philip! Parece que nosso plano deu certo, afinal...

-- Muito certo, linda! Estou voltando para Los Angeles, arrasado fisicamente, se é que você pode me entender... -- gargalhou alto. -- Mas valeu muito a pena...

-- Nunca poderia imaginar... Logo o John?

-- Não duvide do meu gaydar nunca mais! -- gargalhou mais uma vez. -- Mas me diga. Como você está?

-- Muito bem, amigo... Esperando Esther para almoçarmos juntas. Acho que estamos NAMORANDO, Philip!

-- Amy, fico muito feliz por você, mas preciso te alertar sobre uma coisa que ouvi por acaso ontem no estacionamento...

-- O que? Quem falou? -- Amy perguntou num tom angustiado.

-- Uma discussão entre o casal Richards... O ricaço gritava com a perua algo sobre uma amantezinha...

-- Mas o que isso tem haver comigo e Esther?

-- Porque, pelo que entendi, ele se referia à Esther como amante. Estava brigando com a mulher porque ela passou boa parte da festa procurando por Esther, que ele ia tomar providências definitivas se ela não cumprisse um tal acordo...

Amy emudeceu por alguns segundos, sentiu um calafrio percorrendo sua espinha. Lembrou na conversa que ouvira outro dia entre as duas no auditório, e concluiu que Michelle Roberts era uma ameaça poderosa contra sua felicidade com Esther.

--Amy? Você está aí ainda?

-- Desculpe, sim, estou Philip... Obrigada por me dizer isso, vou conversar com Esther sobre isso...

-- Não, amiga... Não agora... Deixa que ela te fale algo, que confie em você, ou pode pensar que você anda bisbilhotando a vida dela... Enfim...

-- Você tem razão, amigo... Muito obrigada por tudo, viu?

-- Precisando de mim, basta ligar. Você sabe que venho no mesmo instante!

Amy sentia que era sincero o compromisso de Philip em ajudá-la a qualquer momento. Finalizou a conversa tão logo ouviu as batidas na porta de seu quarto. Sentiu o coração acelerar, um tremor subindo por suas pernas, e sabia, era Esther.


Melissa Monteiro
avatar
Tatsuya
Admin
Admin

Mensagens : 888
Data de inscrição : 29/06/2011
Idade : 30
Localização : Curitiba-PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 21 [+18]

Mensagem por Day-chan em Qui Fev 23, 2012 11:57 am

Uma cena de acordar e dar de cara com a pessoa amada! Oh, eu ia pensar ainda estar sonhando! *--------*
avatar
Day-chan
Staff Kouhai
Staff Kouhai

Mensagens : 184
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 30
Localização : Sonhando com chocolates

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 21 [+18]

Mensagem por Tatsuya em Qui Fev 23, 2012 1:20 pm

Essa morena enlouquece qualquer um mesmo, a gente com certeza consegue visualizar muito os detalhes da história...parabéns a autora, estou sempre seguindo haha
avatar
Tatsuya
Admin
Admin

Mensagens : 888
Data de inscrição : 29/06/2011
Idade : 30
Localização : Curitiba-PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 21 [+18]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum