Conecte-se!
Facebook Feed MSN Group Twitter
Últimos assuntos
» Desistiram?
Sab Out 06, 2012 7:01 am por Convidado

» Capítulo 67 e Todos outros
Seg Jun 18, 2012 10:22 am por Tatsuya

» Capítulo 66 [+18]
Qui Jun 14, 2012 9:25 am por Tatsuya

» Capítulo 65 [+18]
Ter Jun 12, 2012 7:01 pm por Day-chan

» Capítulo 64 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:37 pm por Day-chan

» Capítulo 61 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:27 pm por Day-chan

» Capítulo 63 [+18]
Dom Jun 10, 2012 3:27 pm por Day-chan

» Capítulo 62 [+18]
Seg Jun 04, 2012 7:08 am por Tatsuya

» Capítulo 59 [+18]
Sab Jun 02, 2012 8:23 pm por Day-chan

» o Button do Fórum
Qui Maio 31, 2012 7:06 am por Tatsuya

Votação

Capítulo 59 [+18]

Ir em baixo

Capítulo 59 [+18]

Mensagem por Tatsuya em Seg Maio 28, 2012 7:06 am

Passaram-se alguns dias e as investigações avançaram. O resultado do teste de DNA colhido entre as últimas pessoas vistas com Virginia Bergman foi concluído, antes disso Ellen já providenciara uma viagem inadiável para visitar os pais, alegando que sua avó estava doente.

Desconfiada das intenções da moça, Rebeca tratou de avisar tal fato a agente Madson, que imediatamente enviou o policial Robinson até a fraternidade, ele então abordou a gama-tau na saída de casa.

-- Com pressa Srta. Oliver?

-- Policial Robinson! É, estou com um pouco de pressa sim.

-- Vai viajar?

-- Sim, minha avó está muito doente, vou visitá-la.

-- Receio que a senhorita terá que cancelar sua viagem.

-- Mas por quê? -- disse Ellen assustada.

-- Estou aqui com uma ordem do juiz, a senhorita está proibida de se ausentar da cidade, seu DNA foi encontrado nas roupas da vítima, da Srta; Bergman.

-- Mas eu tenho que ir, não tenho nada com esse assassinato.

-- Eu não disse que foi um assassinato Srta. Oliver, todas as hipóteses estão sendo investigadas, inclusive de acidente, de atropelamento...

-- De qualquer forma... Não fiz nada, preciso viajar.

-- Se a senhorita insistir em viajar, teremos que solicitar ao juiz prisão preventiva, o que a senhorita prefere?

Ellen empalideceu, e apenas entrou de volta na mansão Gama-Tau, ignorou todas as interrogações das demais que estranharam a irmã voltando com as malas após ter se despedido tão rapidamente. No seu quarto, tensa, a jovem enviou uma mensagem de texto do seu celular, em seguida recebe um telefonema misterioso:

-- Ok, às 22h no lugar de sempre.

Os movimentos de Ellen eram observados por Rebeca e Meredith, as fortes suspeitas sobre a participação da jovem na Lesbos ficaram ainda mais consistentes diante do que a agente Madson revelou. Um passo importante nessa investigação era conseguir uma amostra do DNA de Michelle para comparar às amostras encontradas na vítima. Para tanto, Rebeca precisava de Esther, chamou a moça para uma conversa na biblioteca.

-- Esther, tenho um plano para conseguir a amostra do DNA de Michelle, a fim de encontrarmos algo que a incrimine, você está disposta a ajudar?

-- Claro, Rebeca! Qual o plano?

-- Você terá que se encontrar com ela... E aí ficará muito fácil conseguir essa amostra... Um fio de cabelo, um copo que ela tenha bebido algo, uma ponta de cigarro...

-- Depois das coisas que eu disse a ela, ela vai estranhar se eu a ligar marcando encontro...

-- Tenho certeza que você tem suas armas de sedução Esther, afinal você é uma gama-tau legítima...

- Tudo bem Rebeca, farei isso amanhã. Vale o sacrifício.

À noite, todas as meninas gama estavam reunidas no térreo. Como de costume, os casais abraçados, algumas jogando bilhar, outras vendo TV, uma cena normal na fraternidade, exceto pela tensão exposta na face de Ellen, que a todo o momento olhava para o relógio, atraindo a atenção de Rebeca. Por volta das 22h, hora do encontro marcado de Ellen com alguém misterioso, a moça esquivou-se até a cozinha a fim de sair sem ser notada. Atenta como sempre, Rebeca tratou de segui-la.

Ellen caminhava com passos rápidos pelo campus, sempre parando e olhando para trás, Rebeca escondia-se entre as árvores, até enfim vê-la entrar num carro preto, estacionado em uma parte pouco iluminada do campus. Como não podia seguir o carro, uma vez que estava a pé, Rebeca fotografou Ellen entrando no carro e a placa do mesmo, enviou a fotografia para a agente Madson, com o intuito de verificar a procedência do veículo.

Na mansão Gama, no quarto de Amy, Esther tentava inventar uma desculpa para recusar o convite da namorada para sair no dia seguinte com sua mãe:

-- Linda, amanhã não posso, tenho um compromisso.

-- Que compromisso?

-- Amy, por favor, não posso dizer, mas é algo importante.

-- Esther, você me prometeu que não me esconderia mais nada...

-- Amy, é melhor você não saber, minha linda.

-- Faço questão de saber, vamos Esther, estou esperando.

A loirinha cruzou os braços, balançou a perna, fez bico, e assim Esther se rendeu, e revelou mesmo temendo a reação da namorada.

-- Vou me encontrar com Michelle.

A expressão do rosto de Amy mudou, como se não acreditasse no que acabara de ouvir, a loirinha perguntou:

-- Acho que não entendi com quem você vai se encontrar?

-- Isso mesmo que você ouviu, com Michelle. Mas, não é nada do que você está pensando.

-- Ah Esther! Você nem pode imaginar o que estou pensando! -- exclamou Amy.

-- Você não pode confiar em mim apenas uma vez? O que é preciso fazer para ser digna de sua confiança?

O tom magoado da morena pareceu tocar Amy que baixou sua voz, e disse:

-- Esther, me explica então, por que você vai se encontrar com ela? Seu avô não corre mais riscos, qual o motivo então?

-- Precisamos de provas que incriminem Michelle de alguma forma, não existe nada contra ela. Rebeca pediu que eu coletasse algo que contivesse o DNA dela para entregar ao FBI e fazer testes comparativos.

-- Mas precisa ser você? É tão fácil, se você quiser, eu mesma arranco um monte de cabelo daquela vaca!

Esther sorriu da ingenuidade da namorada e explicou:

-- Não podemos levantar suspeitas, Amy. Nossa única arma por enquanto é o segredo, se Michelle desconfiar que está sendo investigada, ela vai dar um jeito de se safar... Tudo que não precisamos é colocar você na mira dela, já pensou? Do nada você avança nos cabelos dela e sai correndo com um monte de fios na mão? Como você acha que ela reagiria?

-- Ah! Não sei Esther, mas que estou louca pra fazer isso, ah eu estou!

-- Nossa que brava essa minha namorada...

Esther tentou se aproximar de Amy roubando-lhe um beijo, mas a loirinha a empurrava.

-- Escute aqui, Esther Gonzalez... Você invente qualquer coisa! Mas não vai tocar naquela mulher, não vai deixar que ela te toque, está me ouvindo? Por que se não, quem vai perder cabelos é você!

-- Uau! A senhorita poderia, por favor, chamar minha doce namorada calma e tranquila? Por que essa pessoa que está me ameaçando se parece com Amy Anderson, mas não é...

Sorriu divertida jogando a loirinha na cama, roubando-lhe um beijo demorado, mordiscando seus lábios enquanto suas mãos incursionavam por baixo da blusa de Amy.

Naquela noite, a loirinha não queria ser dominada, jogou o corpo da namorada contra a cama, prendeu suas mãos sobre sua cabeça, e movimentou-se sobre o corpo quente de Esther despertando seus primeiros gemidos. Mordiscou sua orelha explorando-a com a língua, ao notar a morena entregue, dominada, Amy invadiu o sexo molhado de Esther por baixo de seu short, estocando com movimentos apoiados pelo seu próprio corpo enquanto sussurrava ao ouvido:

-- Quero ouvir você me pedir...

-- Amy... me faz gozar...

A loirinha sorriu e impôs mais força aos seus movimentos. Não só penetrava Esther com seus dedos, como se mexia de forma que o clitóris da morena era massageado, levando-a ao orgasmo em segundos.
avatar
Tatsuya
Admin
Admin

Mensagens : 888
Data de inscrição : 29/06/2011
Idade : 30
Localização : Curitiba-PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo 59 [+18]

Mensagem por Day-chan em Sab Jun 02, 2012 8:23 pm

Opa, já estava sentindo falta dos momentos calientes! hehehe
avatar
Day-chan
Staff Kouhai
Staff Kouhai

Mensagens : 184
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 30
Localização : Sonhando com chocolates

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum